Importância dos Backups, parte 1

Resolvi criar esta série de artigos, para falar sobre a importância dos Backups de arquivos, e os perigos que a falta desta atitude pode trazer. Um Backup pode ser traduzido para português como sendo uma cópia de segurança de arquivos de um lugar do seu computador ou da sua rede, para um lugar mais seguro. Como o nome já diz, Backup é uma cópia de segurança, logo protege os seus arquivos ou os seus dados de eventuais perigos que possam ocorrer na sua maquina, rede, ou despositivo onde estavam os seus arquivos.Os Backups podem ser divididos em dois tipos(Na verdade não é uma divisão oficial, mas vou tratar assim neste artigo, para efeitos de estudo): Backups de arquivos do comupador ou dispositivo removível e Backup de arquivos numa rede ou na internet. Nesta primeira parte do artigo falaremos apenas do Backup de arquivos do computador ou de memória removível, e no próximo artigo analisaremos a rede.A primeira questão que pode ter surgido ao ver este artigo talvez seja: Porquê resolveu ele falar de Backup? Não se preocupe que é justamente isso mesmo que está a pensar: Eu me dei mal nestes dias!Quando se elaboram documentos no PC, é normal guarda-los no próprio PC, ou então, para efeitos de transferência, num dispositivo removível, provavelmente um Pendrive ou algo do gênero. Mas já parou para pensar se algo acontece com o seu PC ou então com o seu querido Pendrive? Toda a Informação vai para o ar! A coisa mais comum nos dias de hoje, é ver o nosso Windows invadido por Worms que não acabam numca mais, e é cada vez mais frequente encontrar Worms especialistas em atacar e destruir dados dos frágeis dispositivos USB, mas concretamente os Pendrives. E se você tiver a sorte( Será mesmo sorte???) de já estar a 90% do fim do seu trabalho quando isso acontecer? Terá que tomar a atitude definitiva que normalmente se toma quando já não há esperança(para onde ela vai?): Formatar o dispositivo.Por isso, é sempre aconselhavel armazenar uma cópia dos seus arquivos mais importantes num dispositivo de memória permanente, como por exemplo um CDROM. A probabilidade de um CDROM sofrer danos de ataques de vírus é quase nula, desde que você tome atenção de fazer um scan nos ficheiros que vai guardar antes de iseri-los no Drive. O único cuidado que se deve tomar com o CDROM é com os desgastes físicos, mas isso pode ser evitado guardando ele num lugar seguro. Se não pretende gastar nenhum dinheiro com CDROM( Quanto está mesmo?), aconselho então criar uma outra partição no seu disco rígido, pois assim, poderá guardar uma cópia dos seus arquivos na partição de segurança. Se o Windows der algum problema, você só precisa formatar a partição que contém o sistema operativo, continuando os seus trabalhos intactos. Isto não é uma boa prática, pois mesmo formatando o Windows, o vírus ainda estará na outra partição, pronto para contra-atacar, por isso, pense bem no caso do CDROM!Os drives USB, normalmente Pendrives normais, não parecem, mas têm causado muitos problemas ultimamente! Tem um vírus que está rodando por aqui, que quando ataca, vai alterando todas as pastas do pendrive em arquivos executáveis. Assim você não terá muita coisa a fazer senão passar um bom antivirus, processo que irá remover todos os executáveis criados, que afinal eram as suas pastas! Por isso, é também aconselhavel criar uma cópia de segurança dos ficheiros do seu Pendrive com alguma regularidade.Esta foi uma visão da importância dos Backups dos ficheiros do seu dispositivo de memória, para um local mais seguro. No próximo artigo veremos a importância dos Backups de arquivos na internet, particularmente se você possui um website ou um Blog

Receba nossas actualizações por email

Ver Campanhas anteriores.

(Visited 8 times, 1 visits today)
Share